segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ciranda

Ciranda de três meninas

Duas de cara e uma de sina

Com força na dança

De vida, de herança

Acolhe o amor,

Devolve em esperança



Frágil olhar

Doce presença

Força de gestos

Generosos afetos

Quantos sonhos acordados...

Intensidade nas palavras, nos cuidados



Palavra de conforto

Olhar da Ciência

Carinho de essência

Conta histórias com humor

Ri da vida, chora em seguida

Abre seus braços

Abraça e dança


Nessa ciranda

* Pintura de Waldomiro Sant'anna

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gabi, repaginou total! A-D-O-R-E-I. Lindo Poema ou Seria uma letra de Música??? Essa letra é sua? Abração.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que gostaram. Adélia, este poema é um retalho que fiz em homenagem às três mulheres mais presentes na minha vida: minha mãe e minhas duas tias. Bjss

    ResponderExcluir
  4. Adorei a nova cara do bloco!!!!


    saudade!
    bjos

    ResponderExcluir
  5. É muito bela a homenagem sim! Parabéns para elas por serem dignas de tamanho amor. Bjus.

    ResponderExcluir
  6. Vc faz homenagem pra todo mundo, menos pra mim :((( :P

    ResponderExcluir